Saiba como evitar o aparecimento do herpes labial

A herpes labial é uma doença viral benigna que surge por ação de um vírus, este pode ser contraído através de superfícies contaminadas, partilha de objetos e através dos beijos. Os principais sintomas desta doença manifestam-se através da inflamação das gengivas, dor em toda a boca, febre e mau estar.

Após a contaminação desse vírus e antes de a herpes labial se começar a manifestar, pelo menos de forma visível, esta é antecedida por uma sensação de dor, formigueiro ou comichão sobre a área afetada. Numa fase posterior começarão a surgir pequenas bolhas que rapidamente se rompem provocando uma sensação de alguma dor, dando origem a uma pequena ferida que com o passar do tempo ganha crosta e acaba por secar.

O herpes labial poderá demorar entre cinco a quinze dias para cicatrizar totalmente, porém após a sua cicatrização esta doença permanecerá adormecida no nosso organismo, podendo voltar a manifestar-se semanas, meses ou anos mais tarde.

A temperatura, febre, alergias, alimentação, stress e as queimaduras são alguns dos sintomas iniciais que anunciam o despertar desta doença, sendo que cada vez que esta se manifestar o problema poderá agravar-se visto que a a herpes labial poderá começar a alastrar-se por toda a boca.
herpes-labial

Previna-se e evite o herpes labial

VIRULITE – Tratamento do Herpes Labial | CLIQUE AQUI!

Apesar desta doença não ter cura, existem alguns métodos que devem ser usados logo após os primeiros sintomas, de modo a evitar que esta se manifeste de forma agressiva. Após começar a sentir comichão, formigueiro e dor sobre o lábio deve protegê-los da exposição solar e do calor, hidratá-los frequentemente e optar pela ingestão de alimentos ricos em vitamina c, de modo a evitar um surto muito agressivo.

Após o aparecimento visível do herpes labial deverá utilizar produtos cicatrizantes e hidratantes, aplicar pensos hidrocoloides sobre a região afetada, pois estes para além de ajudarem no processo de cicatrização ajudam a disfarçar e a reduzir o risco de contágio.

Se já teve herpes labial e quer evitar que este apareça de novo mantenha os seus lábios sempre hidratados para que possam estar protegidos contra as agressões que desencadeiam o despertar do herpes labial.

Apesar do exposto relembramos-lhe que a prevenção é sempre o melhor tratamento, sobretudo em doenças que não tem cura, como é o exemplo da herpes labial.

Partilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter