Peeling

Com o passar dos anos, sobretudo a partir dos trinta, a nossa pele vai envelhecendo e começam a surgir os primeiros sinais da idade, nomeadamente rugas, manchas e marcas de expressão que com o passar do tempo se vão agravando cada vez mais. O aspecto jovial e natural que a sua tinha irá começar a desaparecer gradualmente.
Apesar de o envelhecimento ser um processo irreversível, deve ser encarado com toda a naturalidade, no entanto acarreta muitas vezes uma significativa perda de autoestima e confiança, sobretudo nas mulheres.

Apesar do exposto existem um conjunto de tratamentos estéticos, uns de cariz invasivo outros não, que apesar de não terem efeitos permanentes, tendo em conta que o envelhecimento é algo irreversível, ajudam a retardar os efeitos deste, devolvendo-lhe um o ar jovial de que tanto gosta.

O que é peeling?

peeling, é um tratamento estético focado essencialmente no rosto que consiste na aplicação de ácidos e outras substancias manipuladas (geralmente cremes) sobre a pele eliminando desta forma as células mortas, responsáveis pelas rugas, manchas e marcas de expressão, dando origem a uma nova camada de pele livre de imperfeições, manchas e outros problemas dermatológicos.

peeling-facial

Os diferentes tipos e níveis de peeling

Relativamente ao funcionamento do peeling, este recorrer a diferentes tecnologias, que consoante o estado da pele da pessoa que procura este tipo de tratamento, será aconselhado pelo dermatologista a tecnologia mais eficaz para o seu problema, sendo que dentro destas podemos encontrar o:

Relativamente ao nível do peeling, estes podem ser classificados de acordo com a profundidade, uma vez que o tratamento é feito consoante o estado da pele da pessoa:

  • Peeling  muito superficial: este é  usado para eliminar manchas superficiais da pele, eliminar a pele seca, devolver o brilho, sendo este também indicado para peles cansadas.
  • Peeling  superficial: é usado para eliminar manchas superficiais, aspereza, rugas finas e acne. Este é o tipo de peeling é o mais utilizado pelos dermatologistas, visto provocar uma baixa descamação não interferindo assim nas atividades do paciente.
  • Peeling  médio: é utilizado para eliminar rugas, marcas de expressão, manchas e cicatrizes de acne, sendo este mais agressivo que o peeling superficial, pois provoca uma descamação da pele de forma mais intensa.
  • Peeling  profundo: é usado em peles com um estado de envelhecimento mais avançado, podendo também ser utilizado para eliminar cicatrizes profundas do Acne. Este é o tipo de peeling que vai gerar melhores resultados ao nível do rejuvenescimento, contudo ao fazer este peeling o risco de ocorrerem complicações será mais elevado que os outros peelings.

Os principais benefícios de um peeling

À semelhança de outras tratamentos estéticos de cariz não invasivo ou cirúrgico, a realização de um peeling acarreta um vasto conjunto de vantagens que importa conhecer, entre os quais:

  • Atenuar as imperfeições da pele;
  • Aumentar o brilho e tonicidade da pele;
  • Devolver nutrientes que ajudam no seu rejuvenescimento da pele;
  • Melhorar da aparência das imperfeições;
  • Aumentar o nível de aderência e eficácia de cremes;
  • Entre outros.

peeling-antes-e-depois

Contra-indicações do peeling

A realização de um peeling para além das vantagens e benefícios previamente expostos, pressupõe a existência de alguns efeitos negativos, sendo deste modo importante conhecer a quem está contra-indicado a realização deste tratamento estético, para assim aferir se reúne todas as condições de segurança para a realização do mesmo.

Assim sendo a realização de um peeling está contra-indicada a:

  • Pessoas com dermatite atópica, psoríase e dermatite seborreica na face;
  • Pessoas com peles morenas e negras pois existirá o risco de alterações de pigmentação depois do peeling;
  • Pessoas cujo organismo tenha dificuldades de cicatrização;
  • Pessoas que tenham feito lifting facial a menos de um ano;
  • Pessoas que fizerem tratamento de radioterapia cutânea;
  • Pessoas que sofram de ansiedade;
  • Pessoas portadoras de herpes;
  • Grávidas.

Cuidados a ter após a realização de um peeling

Após a realização de um peeling terá de ter alguns cuidados específicos com a sua pele, nomeadamente deverá usar cremes hidratantes de modo a amolecer as crostas resultantes do peeling, usar todos os dias durante o primeiro mês protetor solar para proteger a sua pele da exposição solar e não procurar remover as crostas da zona tratada.

Se esta decidida a rejuvenescer o seu rosto e até determinadas partes do seu corpo através deste tratamento, deverá consultar o seu dermatologista para que este possa analisar o seu caso e indicar-lhe qual o peeling ideal para si, uma vez que cada paciente é diferente e requer um cuidado especial.

Partilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter