Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Manchas Na Pele

A sua pele tem apresentando misteriosas manchas negras que parecem não sair?

As manchas na pele são um inconveniente quando a pele não se encontra bem tratada, e é importante saber como isso acontece e o que fazer quando acontece.

Muito provavelmente os seus cuidados não têm sido dos melhores, originando estas anomalias.

Primeiro que tudo, falemos das causas.

No momento que a pele escurece, temos então um caso de hiperpigmentação, ou seja, um aumento de melanina na pele. As células sofrem um aumento de densidade, originando manchas.

Normalmente, a causa directa de manchas na pele é uma das seguintes:

  • Danos solares
  • Doença hepática
  • Gravidez e/ou melasma
  • Envenenamento por mercúrio
  • Doença celíaca
  • Trauma da pele e/ou acne grave
  • Síndrome de Nelson
  • Predisposição genética

Faça sempre tudo ao seu alcance para evitar as manchas, especialmente evitar contacto solar.

É das maneiras mais prováveis de apanhar manchas, especialmente nos dias de Verão. Além desta, a gravidez é também das mais prováveis.

Pouco vai poder fazer nesta fase além de cuidar da sua pele constantemente, quem sabe não se livre mesmo de pegar manchas.

Porém, não se apoquente; existem maneiras de contornar a situação, tais como:

  • Hidroquinona: um creme contendo esse agente ajuda a clarear as manchas. Geralmente é combinado com ácidos alfa-hidroxi, que esfoliam a pele, causando o desparecimento de manchas.
  • Ácido glicólico: encontrado em muitos peelings químicos, aplicado por uma dermatologista certificada. Este irá descascar a camada superior da pele e reduzir o aparecimento de manchas.
  • Retinol: a aplicação de retinol aumenta a renovação celular, fazendo com que a camada superior de manchas escuras se desprendam, revelando as mais saudáveis por baixo da pele.
  • Terapia com laser: este tratamento destrói as células produtoras de melanina sem danificar a superfície da pele, sendo necessário várias sessões da mesma. Após o tratamento, as manchas desaparecem ao longo de várias semanas ou meses. Contudo, esta terapia tem efeitos secundários, como ligeira descoloração da pele.
  • Crioterapia: trata-se de uma tratamento á base de congelamento das células que pretende eliminar. Envolve a aplicação de azoto líquido ou outro agente de congelação. É normalmente usado num único ponto ou num pequeno grupo de manchas. O tratamento pode irritar a pele temporariamente e apresenta um pequeno risco de cicatrizes permanentes ou descoloração.
  • Dermoabrasão: consiste em lixar para baixo a camada de superfície da pele com uma escova de rotação rápida. Isto irá remover a superfície da pele, e uma nova camada de pele crescerá no seu lugar. Com este tratamento, podem resultar vermelhidão temporária e formação de crosta.

Alguns destes tratamentos podem não lhe dar jeito por algum motivo, logo, mais vale prevenir ao máximo e sempre a hidratar a pele e utilizar os devidos produtos para a sua nutrição.

Aliás, mesmo após as manchas surgirem, recomenda-se o uso de cosméticos para a sua dissipação, mas é sempre melhor não tratar disso apenas quando o problema surge.

Acima de tudo, se acontecer alguma coisa, nada de entrar em pânico, este problema tem sempre solução de uma maneira ou doutra.

Mulher entre muitas outras! --

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of