Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Largar tudo por amor

Deixar toda a sua vida para trás e lutar por um grande amor parece algo um pouco fantasioso, que só existe em sonhos ou nos filmes mais românticos. Mas esta situação pode-se tornar bem real para qualquer pessoa que esteja muito apaixonada.

Por vezes, largar tudo e ir atrás da pessoa que ama, significa mudar de cidade ou de país, deixar o seu emprego e distanciar-se de familiares e amigos. Em algumas situações, todas estas mudanças podem implicar mesmo abrir mão de algum conforto ou luxo, podendo deixar de viver a sua vida como está habituada. Tudo isto exige sacrifícios e cedências e no fundo, largar tudo o que tem corresponde a começar uma vida nova.

Lembre-se que a família e os amigos são muitas vezes as bases estáveis da vida, com quem partilhamos os bons momentos e a quem nos apoiamos nos momentos mais difíceis. Mas algumas pessoas só entendem verdadeiramente a importância e o impacto que os familiares e amigos têm na sua vida quando se afastam deles e subitamente não têm a sua presença de forma constante. Por isso, tenha consciência que ao largar tudo por amor, coloca as suas amizades e laços afetivos em causa e poderá sentir muito a sua falta.

Todo o esforço e sacrifício que esta nova situação envolve apenas é realmente válido quando o sentimento é forte e genuíno, quando se sente um amor que parece capaz de vencer todas as dificuldades.

Largar tudo por amor

Quanto vale um grande amor?

Nem sempre nos apaixonamos pela pessoa que mora na porta ao lado; às vezes damos de caras com o amor noutra cidade ou mesmo num país diferente do nosso. E mesmo que encontre alguém que viva perto de si, a vida dá muitas voltas e tem sempre algumas surpresas reservadas se o seu grande amor se mudar, você irá atrás dele?

Até que ponto está disposta a lutar para conseguir manter-se perto da pessoa que ama? A resposta depende da personalidade de cada pessoa e das suas expectativas de vida. Para as mulheres tipicamente românticas, que dão verdadeira importância ao amor é difícil manterem-se longe de quem acreditam ser o amor da sua vida. O mesmo acontece com mulheres muito apegadas ao seu namorado ou até mulheres inseguras que não querem correr o risco de ficarem sozinhas.

E como manter um relacionamento à distância não é tarefa fácil, muitas mulheres deixam a sua casa e o seu trabalho, optando por abraçar uma nova realidade que inclui o homem que as faz feliz.

Mas será que vale a pena largar tudo para viver um grande amor? Esta é uma decisão que exige mesmo muita ponderação e que não pode ser tomada de ânimo leve nem por impulso, pois traz sempre grandes consequências e afeta todas as áreas da sua vida. Terá que pensar nos prós e nos contras, no que ganha e no que perde e tentar perceber o que realmente a fará mais feliz: permanecer com a sua vida atual ou partir ao lado do seu amor.

O amor não é tudo para a mulher!

Há muitas mulheres que têm os seus projetos de vida bem definidos e que, mesmo que se apaixonem pelo caminho, conseguem manter os seus objetivos iniciais como a sua maior prioridade.

Nem todas as mulheres consideram que vale a pena mudar totalmente a sua vida por outra pessoa. Até porque se o fizessem estariam a depositar tudo o que tinham no outro, o que não é justo para nenhuma das partes. Quando uma mulher toma a decisão de ir atrás do seu grande amor, não poderá cobrar ao homem pelas coisas que abdicou por ele. E se as coisas não correrem como as mulheres desejam, elas têm de se tornar mulheres mais fortes e independentes para conseguirem lidar com as consequências e seguirem em frente.

Para evitar tudo isto, algumas mulheres não se deixam envolver tanto na relação e deixam bem claro que há outras áreas na sua vida que valorizam tanto quanto a questão amorosa. De facto o amor não é tudo e há outras coisas importantes na vida que a mulher não quer perder.

Tal como há mulheres muito apegadas ao namorado, há outras que se dedicam muito à sua família e não se imaginam a viver longe dela. Outras simplesmente adoram o lugar onde vivem e não querem abrir mão disso. Por fim, também existe a importante questão da carreira profissional nem sempre a mulher pode renunciar ao seu emprego nem deseja fazê-lo.

Mulher entre muitas outras! --