A importância de conhecer o seu tipo de pele

Antes de mais importa referir que a pele tem como principais funções proteger, regular e reservar o nosso organismo. Com o passar dos anos, sobretudo a partir dos trinta, o aspeto da pele vai-se alterando, sendo o clima, o stress, as alterações hormonais (gravidez e menopausa), a poluição, a falta de cuidados, entre outros, algumas das razões que podem levar a essas alterações.

Apesar do envelhecimento da pele ser um processo irreversível e por conseguinte natural, podemos atenuar alguns desses primeiros sinais da idade de diferentes formas.

Os diferentes tipos de pele

Relativamente aos principais tipos de pele estes podem ser agrupados em cinco categorias: pele normal, oleosa, seca, sensível e híbrida/mista. Tendo em conta as diferentes especificidades de cada tipo de pele, podemos com toda a certeza afirmar que os cuidados necessários poderão variar de pessoa para pessoa, o mesmo será dizer do tipo de pele, não devendo deste modo deduzir que os tratamentos e produtos que são aconselhados para determinado tipo de pele, podem ter os mesmos resultados que quando usados em outros.

conhecer-o-seu-tipo-de-pele

A pele normal é tendencialmente macia, possui poros médios e é de espessura média, sendo um tipo de pele equilibrado sem problemas específicos.

Por seu lado, a pele oleosa é caracterizada pelo excesso de brilho, apresenta poros muito dilatados o que leva ao excesso de oleosidade e é um tipo de pele onde existe uma natural tendência para o aparecimento de pequenas imperfeições, nomeadamente pontos negros e espinhas.

Ao contrário de pele oleosa, a pele seca não tem brilho, é áspera o que a leva a escamar com muita facilidade, as bochechas apresentam pouca elasticidade, a pele é muito fina, apresenta poros muito pequenos e é caracterizada pela improbabilidade de acumular muito sebo, efeito muito comum em outros tipos de pele, sendo este o tipo de pele mais propício para o aparecimento das chamadas rugas de expressão.

Quanto à pele sensível, esta é muita fina e está sujeita a diversos tipos de irritações que podem ter como causa, a exposição solar ou ao calor, as oscilações térmicas e o vento.

A pele do tipo mista possui brilho na zona T, esta engloba queixo, nariz e testa, apresenta poros dilatados, pontos negros e borbulhas, nesta pele para se conseguir um equilíbrio é necessário retirar a oleosidade da zona T.

Faça o teste e fique a saber o seu tipo de pele

Tendo todos os aspectos previamente abordados e a importância de conhecer o seu tipo de pele, para que assim possa proporcionar-lhe os cuidados mais indicados, recomendamos que realize o teste que se segue, sendo apenas necessário um simples lenço de papel.

Assim, para conhecer qual o seu tipo de pele siga os seguintes procedimentos:

  1. Abra o lenço e coloque-o sobre o rosto;
  2. Pressione com suavidade;
  3. Retire o lenço da sua face;
  4. Analise-o;

Ao analisar o lenço se este não aparentar qualquer tipo de gordura, a sua pele é normal, por outro lado caso este ficar marcado de maneira regular a sua pele é do tipo oleoso, no caso de o lenço não conter qualquer tipo de gordura a sua pele é seca, e se o lenço ficar marcado apenas na zona da testa, queixo e nariz a sua pele é mista.

Quanto à pele sensível a única forma de se comprovar que tem este tipo de pele é avaliar se em estados de alterações climatéricas existe algum tipo de alteração na pele.

Apesar de este teste ser bastante simples e acessível, o mesmo permite-lhe aferir com um elevado grau de certeza o seu tipo de pele.

Partilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter