Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
Como Ser Uma Boa Mãe

A ideia da tradição e do bem educar sempre esteve muito presente na nossa sociedade. Todos nós conhecemos inúmeras regras pré-definidas de como ser uma boa mãe, no entanto, muitas destas ideias estão desatualizadas e erradas.

Atualmente, ser uma boa mãe, é muito mais do que cumprir regras antigas.

Veja 3 grandes exemplos de ideias erradas de como ser uma boa mãe:

Ser uma boa mãe é dar uma educação rígida!

Quantas vezes já ouviu esta frase? Existe a ideia pré-concebida que para ser uma boa mãe, é necessário educar a criança de forma rígida, no entanto, isto não está minimamente correto!

Existem várias formas de educar uma criança, no entanto, para ser uma boa mãe, deverá optar por aquela que melhor se adaptar às necessidades da criança.

Se existem crianças que necessitam de uma educação mais rígida, também existem crianças que podem, e devem, ter uma educação mais liberal.

Esta escolha deverá ser feita tendo sempre em conta a relação entre os pais e a criança, e nunca através de uma ideia pré-definida pela sociedade.

O meu filho tem que saber comportar-se como manda a etiqueta!

Nós também damos bastante valor à etiqueta, costas direitas, cotovelos fora da mesa e outras pequenas questões que correm pelo tempo. No entanto, existe algo que deve considerar, a grande diferença entre educação e etiqueta.

Ser uma boa mãe, implica pensar no seu filho e não naquilo que a sociedade lhe diz. É totalmente natural que deseje que o seu filho seja educado, no entanto, temos que saber diferenciar educação de etiqueta.

Ser bem-educado, implica respeitar os outros e não cometer atos que possam ser considerados ofensivos, enquanto que a etiqueta, é apenas um conjunto de regras sem qualquer sustentação prática.

Verifique realmente aquilo que é importante e aquilo que são apenas regras passadas de boca em boca. Ser uma boa mãe, implica estar disposta a ignorar regras com as quais não concorda e que julga que não serão as mais indicadas.

Sem barulho, sem choro e sem riso!

Por vezes, chegamos a casa cansados e com imensa vontade de descansar um pouco, mas temos filhos e eles não são silenciosos! Quando decide ser mãe sabe à partida que as crianças vão rir, chorar e saltar, não vale a pena tentar ignorar isso!

Este comportamento faz parte do desenvolvimento saudável da criança e deve ser encorajado, obviamente dentro de certos limites. É normal que a criança não se comporte como um adulto, porque ela não o é!

Para ser uma boa mãe, deve deixar a criança ser criança, sem no entanto a deixar fazer tudo o que deseja.

Aproveite esta tenra idade para fomentar o bom entendimento entre os pais e a criança, pois acredite que na adolescência, será recompensada! Deixe o seu filho ser criança, e eduque-o da forma que achar mais adequada.

Altere as regras para  que se enquadrem na sua família e não na sociedade em geral.

Pode parecer difícil, mas ser uma boa mãe é algo natural, basta pensar no seu filho e fazer o que for melhor para ele, e não para os outros!

Mulher entre muitas outras! --

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of