Começar uma vida a dois

Quando um casal mantém um relacionamento estável e que dura já algum tempo, mais cedo ou mais tarde, chega o momento de dar o próximo passo. Se as duas pessoas se amam verdadeiramente e desejam compartilhar a sua vida juntos, começam a pensar no seu futuro e a planeá-lo de forma conjunta. Seja morar junto ou casar, a decisão de começar uma vida a dois é um momento marcante para qualquer casal.

Começar uma vida a dois significa que o homem e a mulher afirmam um para o outro o seu sentimento e a vontade que têm em construir e desfrutar de uma vida em comum. Assim, apostam num sítio só para eles, partilham as suas tristezas e emoções, dividem o que têm e fazem mais planos para o futuro – nomeadamente fazer a família crescer.

No entanto, nem sempre este momento importante se torna completamente perfeito e ideal. Na verdade, podem aparecer alguns entraves para o início desta nova fase da relação. Independentemente de tudo isso, se houver muito amor, confiança, vontade e dedicação, de certo que tudo irá correr pelo melhor.

começar-vida-a-dois

Dúvidas e receios do homem e da mulher

Por vezes, uma das partes sente uma maior necessidade ou pressa em começar a construir verdadeiramente uma vida a dois. No fim de contas, se apenas a mulher ou o homem sentir vontade de dar este novo passo poderão surgir alguns desentendimentos e problemas entre ambos. E pressionar alguém a avançar quando essa pessoa não se sente preparada para tal, pode ser fatal para a relação.

Além disso, podem também surgir alguns medos de que esta nova etapa altere e comprometa a relação tal como ela está naquele momento. A verdade é que existem alguns mitos em relação ao casamento – como por exemplo fazer menos amor no casamento – que podem prejudicar a decisão do homem ou da mulher apenas por receio.

Por isso, antes de avançar, o casal deverá ponderar bem os prós e os contras de iniciar uma vida a dois. Não devem agir simplesmente por impulso apenas porque se amam – porque o amor é essencial para a relação, mas não é tudo. E neste caso, para a relação avançar de forma positiva é necessário que ambos tenham como objetivo comum  partilharem a sua vida um com o outro.

Sugestões para uma boa vida a dois

  • Para iniciar bem esta nova etapa, é necessária muita dedicação. Seguem algumas sugestões interessantes para facilitar os primeiros momentos de vida conjunta:
  • Investir na cumplicidade: este é um aspeto essencial na relação e pode ser fortalecido através do apoio mútuo, boa comunicação e valorização das qualidades um do outro;
  • Dar carinhos, trocar olhares, fazer a outra pessoa sorrir, elogiar: todas as demonstrações de afeto são sempre bem-vindas – seja para a mulher ou para o homem;
  • Não deixar a rotina entrar em cena: seja romanticamente espontâneo, mostre o seu carinho e amor de diferentes formas e sempre que lhe apetecer. Simultaneamente, seja criativo na vida sexual, sem medos nem pudores – lembre-se que fazer amor faz bem à saúde do casal;
  • Preservar a sua individualidade: apesar de estar focado na relação, não se deve nunca esquecer de si mesmo, por isso continue a apostar nos seus interesses e atividades individuais;
  •  Ser tolerante e respeitar as diferenças: não tente mudar a outra pessoa para agir da forma como idealizou o seu companheiro de vida. Todos nós tempos os nossos hábitos e manias em casa e os primeiros momentos de convivência do casal podem ser diferentes do que imaginou. E pode levar algum tempo até o homem e a mulher se adaptarem à vivência um do outro, por isso mantenha-se paciente e compreensivo;

Entre outras.

Siga as nossas sugestões e seja feliz!

Partilhe:Share on FacebookShare on Google+Tweet about this on Twitter