Oops! It appears that you have disabled your Javascript. In order for you to see this page as it is meant to appear, we ask that you please re-enable your Javascript!
A Infertilidade Feminina

Todas as mulheres sonham um dia em vir a ter filhos, uma extensão de si próprias que as faça sentir realizadas, totalmente e verdadeiramente felizes, contudo este sonho pode não ser fácil de concretizar.

Algumas mulheres demoram algum tempo até conseguirem engravidar, contudo com o avanço da medicina a quantidade de mulheres que não consegue engravidar com depois de alguns tratamentos é muitíssimo reduzida.

Cerca de 10% a 15% dos casais heterossexuais não conseguem engravidar no primeiro ano em que o tentam fazer, quando isto acontece esses casais são considerados inférteis, podendo afetar os dois membros do casal em simultâneo ou apenas o homem ou apenas a mulher.

È importante ressalvar que esta doença afeta de igual forma, mulheres e homens, pelo que é importante que o casal seja seguido por um especialista para que possam fazer exames para determinar quais os motivos da infertilidade.

Infertilidade feminina:

Para que uma mulher seja considerada infértil é necessário que tenha existido um período de 12 meses de relações sexuais com o parceiro, sem contracetivos, em que a mulher não tenha conseguido engravidar ou mesmo que a gravidez tenha acontecido a mesma tenha sido interrompida de forma involuntária.

Após estes 12 meses sem conseguir engravidar é importantíssimo dirigir-se a um médico para que se possa fazer exames, de forma a detetar qual dos membros do casal possui o problema.

Mas é também possível que a infertilidade que é apresentada não tenha como causa principal problemas a nível do sistema reprodutor, pode ter assim as seguintes causas que poderão fazer com que a mulher não consiga engravidar:

  • Idade avançada da mulher;
  • Má alimentação;
  • Ingestão de álcool, drogas e/ou tabaco;
  • Obesidade ou magreza extrema da mulher;
  • Stress: O stress pode ser originado pelo ambiente familiar, profissional ou ainda pelo facto de estar a tentar engravidar e não ter conseguido. Tente acalmar-se pois quanto mais nervosa estiver mais difícil será engravidar;
  • Genética: A genética pode ser um grande problema para as mulheres, é possível que exista alguns casos em que o casal não consegue engravidar devido a consanguinidade entre o casal, podem também existir outros problemas genéticos que deverá ter em conta falando com o seu médico;
  • Medicações: Algumas medicações que tomou no passado ou que está a tomar neste momento podem intervir com a sua gravidez, condicionando-a.

Para além destes problemas, a infertilidade feminina pode estar relacionada com o sistema reprodutor feminino, poderá ter como principal causa um dos seguintes fatores: Ovulatório, Tubário, Endometriose ou Uterino.

Nos dias que correm a medicina está bastante avançada, existindo já inúmeros processos que a poderão ajudar a ultrapassar esta fase da sua vida.

É importante que seja sempre seguida por um ginecologista a fim de, juntos, conseguirem encontrar o melhor tratamento para o seu problema.

Os tratamentos para a infertilidade feminina por norma são à base de medicação, mas nem sempre se consegue tratar o problema assim, sendo necessário recorrer a outros tipos de tratamentos, como: cirurgia, inseminação artificial ou reprodução assistida.

É importante salientar que quando se opta pela cirurgia não é necessariamente mau, pois o médico poderá não retirar os órgãos reprodutores, poderá apenas ter de os reparar.

A infertilidade feminina é possível de tratar, por isso nunca desista de ser mãe, nada é impossível, tenha força de vontade e lute pelo seu sonho.

Mas não se esqueça, reduza o stress, tenha cuidado com o seu corpo, com a sua alimentação, seja vigiada pelo seu médico e verá que terá o processo muito mais facilitado.

Mulher entre muitas outras! --

Deixe um comentário

avatar

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.

  Subscribe  
Notify of